PROTOCOLO

Quando ocorre do paciente perder todos os dentes, seja por doença ou comprometimento de sua arcada, e ainda preservar a estrutura óssea, a prótese de protocolo é uma ótima opção. Este tipo de prótese é produzido com uma estrutura metálica ultrarresistente que será fixada em pinos de titânio que devem ser implantados na arcada. O dentista irá avaliar a saúde bucal do paciente para identificar os locais mais indicados para receber os pinos que darão a sustentação à prótese de protocolo.

A prótese de protocolo é formada por uma estrutura metálica que possui encaixes que receberão os pinos de titânio para garantir maior fixação. Sobre a estrutura metálica é colocada uma gengiva artificial com dentes de porcelana para que o resultado seja o mais natural possível. É essa gengiva que ficará aparente quando a pessoa irá sorrir, por exemplo. A placa de metal ficará escondida sob a falsa gengiva. Esse tipo de prótese pode ser implantado tanto na mandíbula (parte inferior) como na maxila (parte superior). O resultado é bastante natural e oferece grande segurança ao paciente.

Protocolos: o que são eles?

Com os avanços da odontologia moderna, a utilização de dentaduras desconfortáveis tornou-se coisa do passado. De acordo com os dentistas, não é mais necessário passar por todos os inconvenientes e transtornos causados por esta peça, pois já é possível substituí-la por um implante.

Esta substituição, também conhecida como protocolo dental, pode ser a solução definitiva para quem busca conforto e segurança na hora de falar, mastigar e sorrir. Além disso, o paciente terá sua autoestima elevada ao ver-se no espelho com um sorriso esteticamente belo e atraente.

O que é um protocolo?

Um protocolo dental nada mais é que a substituição da dentadura por um implante que receberá posteriormente uma prótese fixa de dentes de porcelana ou resina. Por ser complexo, o procedimento deve ser feito por um dentista especializado em implantes, que irá garantir a segurança no ato cirúrgico e o conforto no pós-operatório.

Como é feito o protocolo?

Primeiramente, é feito o implante de raízes artificias de titânio e, em seguida, a colocação da prótese fixa. Todo o procedimento consiste em uma cirurgia delicada, feita sob anestesia que pode durar entre sessenta e noventa minutos. Após o processo cirúrgico, é necessário manter consultas periódicas ao dentista e prezar pela higiene completa dos novos dentes.

Quem pode fazer o protocolo?

O protocolo é indicado para pessoas que utilizam dentaduras e não estão satisfeitas com a peça. Pacientes que possuam dentes comprometidos e que apresentam mobilidade também podem optar pelo protocolo dental.

Qual é o resultado estético do protocolo?

Após fazer o protocolo, o paciente poderá sentir-se completamente satisfeito com um um sorriso belo e simétrico. Os dentes de porcelana possuem uma textura extremamente natural, sendo quase imperceptível a colocação da prótese. Além de um sorriso atraente o paciente experimentará segurança na hora de falar e mastigar.

A prótese tipo protocolo reconstrói o sorriso preservando os ossos bucais e é produzida a partir de uma estrutura metálica extremamente resistente que será fixada em pinos de titânio implantados na arcada dentária, sendo uma opção segura de reconstituição das funções mastigatórias em pacientes que já perderam todos os dentes. Os pinos de titânio são totalmente compatíveis com os tecidos biológicos, portanto, não existe risco de rejeição pelo organismo.

Essa placa de metal, que é a base de apoio dos novos dentes, fica escondida por uma gengiva artificial fabricada em resina. Tanto os dentes quanto essa gengiva são produzidos a partir de materiais de alta qualidade que podem ser nacionais ou importados, dependendo da indicação do especialista e da escolha do paciente. Os dentes normalmente são fabricados em porcelana, pois além de resistentes, esse material proporciona um aspecto natural para os dentes artificiais.

Nossos Especialistas em Protocolo

Olá, posso ajudar?

Lique (48) 3622-1055 ou envie o formulário abaixo: