fbpx

Quais tipos de aparelho existem?

 em BLOG

Os aparelhos ortodônticos fazem parte do tratamento para realinhar os dentes, de forma que eles assumam a posição mais saudável possível dentro da estrutura bucal.

Por isso, eles acabam sendo essenciais na vida de muitas pessoas, tanto do ponto de vista estético
quanto funcional.


Com tamanha importância, os aparelhos ortodônticos sempre receberam muita atenção, o que fez com que a tecnologia aplicada neles evoluísse bastante. O resultado é o surgimento de diversos tipos de aparelho, todos, vale destacar, capazes de exercer sua função com total eficiência. Mas então quais são esses modelos e quais as características próprias de cada um deles? É o que nós vamos explicar hoje.


Aparelho fixo metálico


É o mais clássico, conhecido pela maioria das pessoas. Sua tradicional estrutura de metal dá a ele um aspecto escuro, porém brilhante. Nele são utilizadas borrachinhas nos braquete, a fim de segurar o fio metálico.


Aparelho fixo estético


Se compararmos ao aparelho metálico, a função do aparelho estético não muda. Contudo, a diferença está relacionada à aparência, pois o aparelho fixo estético, que pode ser de de porcelana, safira ou acrílico, possui componentes de coloração semelhante a dos dentes, o que o torna muito menos perceptível.


Aparelho autoligado


Sabe as borrachinhas das quais falamos acima? Elas não são utilizadas no aparelho autoligado, pois seus braquetes possuem uma estrutura especial que prende o fio metálico. Em alguns casos esse modelo pode facilitar a manutenção.


Aparelho lingual

Esse modelo é utilizado na face palatal e lingual dos dentes (a parte interna) e fica totalmente imperceptível para as outras pessoas. O aparelho lingual é metálico e também realinha os dentes, porém seu diferencial está na forma como é posicionado na boca.

Alinhadores transparentes


Também conhecidos como invisíveis, os aparelhos são formados por placas transparentes, que são bastante discretos e trazem conforto para o paciente. Esse tipo de aparelho, diferente dos tradicionais, é móvel, ou seja, deve ser removido na hora de escovar e higienizar os dentes ou se alimentar. Lembrando que ele é de uso contínuo e só pode ser removido nessas situações, pois a não utilização das placas pode prejudicar e prolongar o tratamento ortodôntico.

Aparelho móvel


Esse é mais um modelo de aparelho removível, mas com função um pouco diferente. Seu principal objetivo é evitar que os dentes voltem à posição original, embora possa promover algumas alterações menores na estrutura da arcada dentária. Normalmente é utilizado nas fases finais do tratamento ortodôntico.


Expansor palatino


Um aparelho com função completamente distinta dos citados aqui anteriormente. Sua finalidade é expandir o palato (o céu da boca), em casos nos quais o estreitamento dessa região bucal leva a problemas como dores de cabeça, dificuldades na mastigação e na respiração, e falta de espaço para o nascer os dentes permanentes.


Aparelho extrabucal


Esses são aparelhos bastante diferentes, cuja estrutura, em boa parte, é fixada fora da boca do paciente. Atualmente, a sua indicação ocorre especialmente para crianças, a fim de evitar que problemas na formação e desenvolvimento dos ossos da face acarretem dificuldades mais graves no futuro.


Conta para nós, você conhecia todos e
sses tipos de aparelho ortodôntico e suas
funcionalidades? Se ficou qualquer dúvida, ou se você precisa realizar algum tratamento ou
consulta a um dentista, conte com a
Clínica Sérgio Cruz.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário